Como administrar as finanças de um novo negócio?

Quando iniciamos um negócio, nem sempre temos a ideia real do quanto a administração financeira é importante para a viabilização e manutenção da sua empresa. Sua prática tem que ser constante e, nem sempre é o que fazemos.

Como ter uma boa administração financeira em um período tão complicado como o que estamos vivendo?

A primeira dica e, talvez a mais importante, sem dúvidas, é conseguir separar as finanças do negócio com as finanças pessoais, para que a saúde financeira desejada seja sustentável tanto para o dono quanto para a empresa.

O que se tem visto na prática, porém, são empresários utilizando de dinheiro do seu negócio para pagar contas pessoais. Evite recorrer ao caixa da empresa para arcar com as suas despesas pessoais, pois dessa forma você está tirando o lucro da empresa, impedindo que ela continue crescendo. 

Lembre-se de que devemos começar com a organização dos planejamentos financeiros e estratégicos. É preciso saber que o sucesso financeiro pessoal só será possível a partir do sucesso financeiro do negócio!

 

Primeiro passo: Planejamento estratégico do negócio

No planejamento estratégico do negócio, definimos como serão as estratégias adotadas nos próximos anos – que seja feito pelo menos dois anos à frente – para acompanhar e manter a evolução e crescimento da empresa.

É através desse planejamento que definimos as vendas que teremos e quais investimentos teremos para o cumprimento dos objetivos traçados, como contratação de pessoal, cursos, compras de equipamentos, verbas em marketing e propaganda, compra de materiais entre vários outros.

O levantamento desses números primordial para chegarmos então, ao planejamento financeiro.

Leia também: Por que o planejamento financeiro é tão importante para a sua empresa

Segundo passo: Planejamento financeiro do negócio

Por que o planejamento financeiro está tão relacionado ao planejamento estratégico do negócio? Ora, isso é bastante simples.

Sem dados, não há como montar um planejamento financeiro que seja realmente eficiente para alocarmos os recursos da empresa, simplificando, precisamos para chegar ao resultado (lucro obtido) levantar o faturamento, e retirar os custos e despesas.

É a partir desse resultado que devemos ter muita atenção!!!!! Muitos empreendedores acham que o lucro que se obtém do seu negócio tem que ser retirado para distribuição aos sócios. CUIDADO!!!! 

Seu negócio vai precisar desse lucro também. Na realidade, o lucro que se pode obter são recursos necessários para chegar aos objetivos traçados para o crescimento da empresa, como uma forma de poupança mensal que se deve separar especialmente para esse fim.

Mas eu não posso ficar com o lucro da empresa??? 

É para isso que serve o planejamento, para você saber o quanto poupar e reinvestir na empresa e o quanto distribuir de lucro aos sócios e quando fazê-los. É comum inicialmente que o valor retido para reinvestimentos da empresa seja maior, mas os recursos que sobrarem representam o lucro que é do(s) sócio(s), efetivamente, enquanto pessoas físicas.

Mas mesmo esses valores também deve ser feito de forma estratégica, considerando planejamentos individuais e familiares.

Estrategicamente, essa é a visão que pode salvar o seu negócio, constituindo dessa forma uma saúde financeira ao longo do tempo, ou seja, pensando de forma mais ampla.

Terceiro passo: Faça a escrituração contábil do seu negócio

A escrituração contábil é muito importante para o acompanhamento do planejamento estratégico e financeiro do seu negócio, porém ela é muito esquecida por várias empresas, especialmente as menores.

Essa técnica consiste em registrar todas as movimentações financeiras feitas por uma empresa, não importa o qual tamanho elas tenham. Cada compra e pagamento devem ser anotados para posterior análise.

Isso dá uma série de vantagens para a administração do negócio, mas o mais importante é saber exatamente para onde foi cada centavo que passou pela conta da empresa. Assim, é possível detectar problemas antes que eles se tornem prejudiciais demais.

Leia também: As regras para quem quer ser microempreendedor individual (MEI)

 

Atenção para as prioridades!

Novos negócios exigem dedicação e investimentos reforçados para que o crescimento seja viabilizado, garantindo sua saúde para além dos primeiros meses ou anos. Em vários aspectos, sacrifícios de curto prazo no aspecto financeiro individual podem ser necessários para a viabilização que se busca.

Isso não significa privar-se de suas prioridades ou do seu conforto no dia a dia, mas sim procurar adequar seu estilo de vida, sempre que possível, com o foco de manter investimentos no seu negócio, que é sua fonte de renda. Afinal, quanto mais investimentos o negócio receber, maiores rendimentos serão alcançados e, com isso, maior será a distribuição de lucros para o(s) sócio(s). Esse é o segredo para que tanto o planejamento estratégico da empresa quanto o familiar funcionem na prática!

A Pascon e Freitas é um escritório de contabilidade na grande BH que oferece um atendimento personalizado aos clientes, através da sua capacitada equipe técnica multidisciplinar.

Agende uma consultoria agora mesmo, ligue (031) 99468-4800 ou chame a gente no WhatsApp clicando aqui.