Você sabe o que é auditoria e o papel dela nas empresas?

Com certeza você já deve ter ser perguntado: afinal, o que é auditoria? A auditoria é um dos processos primordiais dentro das empresas. Com ele, seus registros e documentos contábeis seguem seguros a partir de uma averiguação, prevenindo problemas relacionados a fraudes ou a irregularidades fiscais.

Para os profissionais de contabilidade ou áreas afins, esse termo é bem comum e muito utilizado no dia a dia. Mas, como utilizar da forma mais estratégica dentro das empresas? Descubra mais sobre a auditoria neste post e como ela pode ser aplicada no cliente do escritório contábil.

O que é auditoria?

Cada vez mais as empresas precisam atuar de forma eficiente no que diz respeito ao cumprimento das Normas Brasileiras de Contabilidade. Isso implica em trabalhar a gestão fiscal e contábil da companhia, o que requer muita precaução para evitar que ocorram problemas com o Fisco.

A auditoria contábil é o procedimento que tem a finalidade de examinar minuciosamente os registros e documentos da empresa, para verificar se as informações estão corretas e se existe alguma alteração a ser feita ou alguma correção a ser providenciada.

Os contadores já tem a prática convencional da conferência de documentos, registros e o cruzamento de dados. Portanto, examinar o desempenho das operações contábeis por meio de arquivos, fazer a conferência e o cruzamento de dados com o intuito de averiguar inconsistências, são processos básicos da auditoria.

Quando a empresa tem ao seu lado um bom contador que se preocupa em analisar cada detalhe dos seus resultados, ela acaba subindo mais um degrau para o seu sucesso.

Qual o papel da auditoria nas empresas?

Ao pesquisar em sites de busca ou mesmo livros contábeis, você pode encontrar vários conceitos, podendo ser bem parecidos uns com os outros. Porém, na realidade, o termo provém da palavra inglesa “to audit” que em tradução livre é: examinar, ajustar, corrigir ou certificar.

Com isso, a auditoria está preparada para organizar e melhorar os resultados e se antecipar a qualquer tipo de fiscalização. Sabendo que ela é uma especialização da ciência contábil, é fácil chegarmos a um conceito sobre a auditoria e o seu papel dentro da empresa.

ciência contábil é responsável por estudar, registrar e interpretar os fatos e fenômenos que irão ou poderão alterar o patrimônio de uma entidade. Então, pegando essa linha de raciocínio, já podemos chegar a uma pequena definição de que a auditoria, por ser proveniente da contabilidade, será responsável por examinar ou certificar a veracidade dos registros feitos pela contabilidade.

Na realidade, não serão apenas os registros que serão examinados pela auditoria, e sim, todos os fatos e operações que ocorram na entidade e que façam parte da contabilidade.

O que jamais ficam de fora das análises do auditor, são:

  • auditoria fiscal;
  • auditoria financeira;
  • auditoria operacional;
  • demonstrações contábeis, e, em alguns casos;
  • recursos humanos.

Quais os tipos de auditoria?

Para realizar este trabalho, o contador vai encontrar 3 tipos de auditoria: a internano fornecedor e a externa. Entenda melhor cada uma delas a seguir!

1. Auditoria interna

Auditoria Interna é realizada por funcionários da própria empresa e o objetivo é verificar o nível de segurança dos processos internos.

A observação mais importante sobre esse tipo é que ela não é uma fiscalizadora e sim uma parceira da empresa. Pois, o seu objetivo não é procurar os culpados, mas acompanhar se os processos, controles e dados estão sendo tratados corretamente. Ou seja, o objetivo de uma auditoria é conduzir a empresa pelo caminho mais correto a fim de atingir a eficiência profissional ao mesmo tempo em que cumpre com as normas específicas.

2. Auditoria no Fornecedor

Já parou para pensar que as responsabilidades dos seus fornecedores também podem se tornar suas responsabilidades? Por isso existe a auditoria no fornecedor.

Em um mundo cada vez mais integrado e com as informações disponíveis com mais facilidade, as empresas precisam estar de olho em diversos aspectos, principalmente quando trabalha ao lado de outras empresas.

Resumindo, o objetivo da auditoria de fornecedores é garantir que todo o processo – produção à distribuição do produto – seja feito conforme os padrões de qualidades exigidas.

Entre os aspectos a avaliados nesse caso, estão:

  • gestão e controle da qualidade;
  • localização e acessos às instalações;
  • políticas ambientais;
  • recebimento e matérias-primas;
  • condições de trabalho, como higiene e segurança, além da;
  • produção e acondicionamento do produto final.

Um exemplo muito comum é a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Pois, se o o fornecedor negligencia essa política, a sua empresa pode sofrer algum prejuízo.

Portanto, para saber se você está tendo algum risco ou não, nada melhor que um auditor de fornecedor para descobrir isso.

3. Auditoria externa

Auditor Externo é um profissional terceirizado que tem por objetivo atestar a legitimidade dos dados patrimoniais e financeiros apresentados no balanço da entidade.

Lembra que a interna é feita por funcionário da própria empresa, a fim de encontrar soluções para a mesma? Na externa, além de ser feito por um terceirizado como já mencionado, tem quase sempre o objetivo de encontrar possíveis irregularidades.

Dessa forma, uma empresa que está cometendo algum tipo de fraude, corre o risco de sofrer penalizações após o auditor externo identificar o erro.

Aqui no Brasil, a Lei 11.638/07 determina que empresas de grande porte, ou seja, com ativo total superior a R$ 240 milhões ou receita bruta anual superior a R$ 300 milhões, devem contratar auditoria externa.

A auditoria digital existe?

Sim, acredite! Ela existe e já é uma realidade em muitas empresas que querem automatizar seus processos, otimizando seus recursos e tempo. A auditoria digital configura como uma ferramenta otimizada que permite manter um controle mais eficiente de todas as operações da companhia.

Por já se tratar de uma rotina contábil, muitos desses processos são feitos manualmente e, consequentemente, de forma mais lenta e imprecisa. Com o auxílio da tecnologia, esse trabalho se aperfeiçoou, permitindo que análises mais complexas pudessem ser feitas por meio desse sistema inovador. Atualmente, existem sistemas que permitem maior agilidade e assertividade nesses processos de gestão.

Espero que você tenha gostado deste post! Compartilhe com seus colegas para que eles também possam ficar por dentro do assunto.

A Pascon e Freitas é um escritório de contabilidade na grande BH que oferece um atendimento personalizado aos clientes, através da sua capacitada equipe técnica multidisciplinar.

Agende uma consultoria agora mesmo, ligue (031) 99468-4800 ou chame a gente no WhatsApp clicando aqui.